Sunrays

Blogger Template by ThemeLib.com

Eu também sei escrever difícil

Published by Adriana Neumann under on 7:02:00 PM
Mal começou o dia, o enlevo da sagaz estrela urge. Anseio. Toco. Malversados e esféricos colóquios bailam à luz da aurora. A faina tem gosto de sangue. O benfazejo ardor de faces rubicundas inunda o ser e o faz pleno. Sinto. Canto.

Circular: Rhema. Rima. Roma. Romã. Amor. Amora. Mora. Moura. Muro. Mero. Mira. Rama. Remo. Rhema.

Crepúsculo. A brisa afável do parco céu surge. Vento. Som. Cor. Plagas plebéias em plúmbeos píncaros. O breu me corta o rosto. Sinto paz.

_____________


Esse texto é uma homenagem aos 'intelectuais' que povoam a internet, que escrevem coisas que ninguém entende, mas todo mundo diz que é uma maravilha. É ou não é?

E por falar em coisas que ninguém entende, hoje resolvi me aventurar lá pelos domínios do Twitter. Verdade que sou muito prolixa pra escrever o que tenho na cabeça em duas linhazinhas. Mas, resolvi tentar pra ver no que vai dar.

Aí eu fiquei navegando por lá e li umas frases tão sem sentido, que fiquei sem saber se havia emburrecido ou se estava em uma espécie de 'twilight zone'. O pessoal escreve lá coisas como 'espectro túgido na face úmida' e quer que a gente entenda!

E ainda tem aqueles que escrevem 'comendo tomates em frente à
TV'. Ainda me pergunto a quem interessaria saber se fulaninho estaria comendo tomates ou rabanetes.

Mas, estamos aí testando mais essa ferramenta de comunicação. Followers, sigam-me!

6 comentários:

Flavio Morgenstern disse... @ 24 de abril de 2009 19:42

Colóquios flácidos para acalentar bovinos, tão-somente!

Intelectuerdas de internet são seres paradoxais pela própria definição. Uma vez, na época do boom da internet na virada do século, vi um infeliz "expert" comentando sobre o futuro da internet, numa época em que as "invenções" geniais eram TV com internet, geladeira com internet, fogão com internet...

Assim, o camarada acreditava que, no futuro, tudo estaria conectado à internet, ninguém iria fazer compras, era só usar o eletrodoméstico padrão e ele iria até a internet resolver sua falta de comunicação (não lembro se ele comentou algo sobre aspiradores de pó na web, mas enfim).

Já naquela época previ que, se eu fosse dono da empresa onde ele trabalhava, demitiria o cara na hora. Cadê que ele previu o orkut? O Twitter? Os blogs? 95% do que fazemos na internet (chutando baixo), são coisas INÚTEIS. Estamos aqui, justamente, pra escapar do ambiente maçante do trabalho e das salas de aula, em que somos obrigados a agüentar alguém falando sobre o que não sabe só porque pode exigir uma platéia padrão.

Então, o que um intelequituau faz na net? Está é se aproveitando do fato de não ter conquistado sua platéia por méritos próprios, na maioria das vezes. E como fazer isso? Falando difícil para dizer o óbvio, apenas para chamar a atenção e ver se consegue um público cativo, finalmente.

Só que apelam no lugar errado: quer um ambiente mais propício para ser obrigado a ser rápido no gatilho e escrever legivelmente algo interessante que cative o leitor de maneira rápida do que a internet? Ninguém tá a fim de tentar entender a Crítica da Razão Pura a cada meio post de orkut.

Há vocabulário belo que é útil, há vocabulário pesado que é apenas demonstração de superfície. Muitas vezes, sem fundo algum além do óbvio... ou pior do que o óbvio.

Christiane Forcinito Ashlay Silva de Oliveira disse... @ 24 de abril de 2009 19:58

Amiga

E eu aqui sempre morrendo de rir com seus textos.....

Olha quem quer falar muito difícil não quer ser entendido amiga, pois se ele for entendido o povo vai é fugir dele, você não sabia disso?

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijão!

Chris

Everaldo disse... @ 25 de abril de 2009 10:26

Fantástico!

Volney Faustini disse... @ 26 de abril de 2009 19:04

Espero que a ferida do breu (ou do rosto) tenha sido só de leve - he he

Na verdade verdadeira, a internet - com ou sem twitter, é o mercado em conversação. Milhões de conversas.

Chris disse... @ 27 de abril de 2009 11:35

Dri, maravilhoso!!! rsss


Beijos twitteiros

Geísa Salgueiro disse... @ 29 de abril de 2009 01:43

adorei o blog. achei o link na comu do 'bordel poesia', no famigerado orkut. e cá estou, curiando e gostando ,)
com meus achismos inevitáveis, achei muito bom esse 1º texto teu que acabei de ler.

abraço..

Postar um comentário

 

Lipsum

Seguidores